top of page
On Backstage 2024

A SUA  EXPERIÊNCIA NOS MAIORES SHOWS E FESTIVAIS DE MÚSICA DO PAÍS COMEÇA AQUI

  • Foto do escritorMatheus Lima

The Town: Maroon 5 faz show com sequência de hits, no pique festival, mas monótono

Grupo fez um show bem moldado, no pique que um festival pede e com uma sequência de hits cantados na ponta da língua


Adam Levine durante show do Maroon 5 no The Town — Foto: I Hate Flash


Os californianos do Maroon 5 retornam ao país como headliners da estreia apoteótica do megafestival The Town, na noite desta quinta-feira (7), em São Paulo. Desde a sua última vinda ao país, há pouco mais de um ano, nada mudou. As performances, antes tão empolgantes quanto agora, estão caminhando em direção a monotonia.


O pop empolgante de "Moves Like Jagger", que deu início ao espetáculo, contrastou com a magnífica "This Love", do álbum "Songs About Jane" (2002), quando o grupo ainda transitava entre o pop e rock, mais para o último estilo.


Setlist potente e grandioso


O setlist foi se desenhando com uma série de performances de fenômenos que ocuparam as paradas nos últimos anos e arrastaram uma galera de peso para os principais estádios e arenas ao redor do planeta. É potente, grandioso e abrange os mais de 20 anos de uma excelente parceria. É no pique que um festival pede.


Os discos "Overexposed" (2012) e "V" (2014) foram os grandes responsáveis pelos momentos mais vibrantes da noite. Enquanto o primeiro contemplou as energéticas "One More Night" e "Payphone", o segundo trouxe a tríade de smash hits, com "Animals", "Maps" e "Sugar".


Adam Levine vibra amor pelo Brasil


Entre uma música e outra, Adam Levine arrancava gritos da multidão com demonstração de gratidão por estar no país. "A gente não diz isso em todo lugar. O Brasil é o melhor lugar do planeta para tocar", expressou Levine. "Obrigado por nos apoiarem em tudo". Pouco mais tarde, rolou até um "obrigado", em português.


A brisa do frescor veio com "I Wanna Be Your Love", cover de Prince, recebido de maneira fria pelo público, e "Heavy", de PJ Morton, projeto solo do tecladista. Já os momentos finais ficou por conta da preciosa "Won't Go Gome Without You", a romântica e delicada "She Will Be Loved" e a eletrizante "Sugar", que fechou o espetáculo.


Uma coisa é incontestável: o Maroon 5 é uma banda com grandes e ótimos sucessos, que sem dúvidas marcaram momentos especiais de todos aqueles que curtiam cada segundo de maneira despretensiosa. Da mesma forma, não dá para negar que o grupo segue o mesmo ciclo. Sem inovar ou se propor à isso.


Comments


bottom of page