top of page
On Backstage 2024

A SUA  EXPERIÊNCIA NOS MAIORES SHOWS E FESTIVAIS DE MÚSICA DO PAÍS COMEÇA AQUI

  • Foto do escritorMatheus Lima

Rock in Rio: Måneskin faz show potente e mostra o porquê de ser o frescor do rock ‘n’ roll

Italianos fizeram o maior show do 4° dia de festival, mostrando potência e originalidade


Måneskin no Palco Mundo — Foto: Stephanie Rodrigues/G1


O furacão italiano Måneskin passou pela Cidade do Rock mostrando toda a sua fúria. Com uma performance eletrizante, o grupo mostrou o porquê de serem o frescor do rock ‘n’ roll. Tanto na música quanto na forma de guiar um espetáculo para cem mil pessoas. Era uma pegada rockstar que fascinava. A intensidade da banda é conjunta, unindo toda a potência dos vocais rasgados de Damiano ao talento absurdo da baixista Victoria, do baterista Ethan e do guitarrista Thomas.


De fato, ‘Beggin, do Four Seasons, grupo pioneiro do rock nos anos 60, foi um dos pontos altos da noite. Os que se limitaram a esse estouro instantâneo, pôde se surpreender com toda a autenticidade de Måneskin em músicas como “Ziti e Buoni”, que abriu a noite com Damiano interagindo com o público, perguntando como eles estavam e soltando um: "Vamos caralho porra". Na sequência, “Coraline”, raridade no setlist da banda em sua turnê mundo afora, agradou todo mundo que era impactado por um carisma absurdo que vinha de cima dos palcos. É a primeira vez do quarteto no país, mas era como se estivessem em casa.


A performance encantava a cada etapa, que contou ainda os sucessos “MAMMAMIA”, “I Wanna Be Your Slave” e a nova “Supermodel”. Uma euforia daquelas bem típicas de um festival, que era impossível não se entregar a uma atmosfera vibrante.


Uma das surpresas foi, sem dúvidas, a execução de “Love of My Life, clássico do Queen eternizado na história do Rock in Rio, ganhou uma versão despretenciosa.


A sensação de assistir Måneskin entregando um verdadeiro show rock ‘n’ roll foi daquelas de “sim, eu avisei". A banda vai muito além de ‘Beggin e são justamente nessas músicas que fogem de um cover, que a banda mostra toda a sua originalidade, calando a boca de todos aqueles que não se deixaram ir além no som do presente e futuro do rock.


Comentários


bottom of page