Screenshot_18.png
  • Letycia Miranda

Rock in Rio: Karol Conka, Bomba Estéreo, CeeLo Green e Iza entregam groove de qualidade


(Foto: Samuel Kobayashi)

No último sábado do festival (23/09) o palco Sunset foi tomado pelo rap, groove, soul e eletrônico. Bomba Estéreo que veio da Colômbia sustentou a luta feminista e ao apresentar canções do último disco, "Ayo". Bomba funciona com a mistura de batidas eletrônicas e ritmos caribenhos.

O Sunset foi palco não só pra música, também foi para a luta contra a homofobia. Karol Conka usou indumentaria repleta de cores e levou mensagens contra o machismo também. Sempre mostrando um humor positivo, acrescentou: "vamos parar com essa língua de gesso, Brasil. Prazer de mulher não deve ser censurado". Dando seguimento para o hit "Lalá", que foi censurado por explicitar o prazer feminino.

Toda a apresentação seguiu o padrão empoderador. Karol e Saumet mostraram no palco sintonia e o público reagiu fazendo o gramado de pista de dança. Às 20 horas o baile recebeu o comando de CeeLo Green que sustentou a mesma mensagem das artistas anteriores. Inclusive os instrumentos que realizaram o show foram todos comandados por mulheres.

CeeLo arrepiou o Sunset com sua potência vocal. O cantor que ficou conhecido pelo hit "Crazy" e "Fuck You" entregou um espetáculo de primeira para o Rock in Rio. O show passeou por clássicos do soul, pop e R&B. A platéia não estava cheia, há que se levar em consideração que artistas de muito peso estavam logo ali no palco Mundo, mas isso não foi uma ameaça perto da qualidade do espetáculo que CeeLo preparou para o público no Brasil.

O palco é o mais democrático possível. Tocando de Michael Jackson a Pussycat Dols, foi parar em MC G15, "Deu Onda". Colocou o astral no alto, invocando a participação do público quase o show inteiro. Green foi sinônimo de festa. Tocou percussão, dançou e rachou qualquer vidraça com a potência vocálica.

O encontro de CeeLo foi com a cantora IZA e juntos interpretaram "Fool For You" e "Earth Song", essa última de Michael Jackson. Em seguida, pediram pela Amazônia, fazendo o do Sunset um verdadeiro porta-voz do povo.

A convite da Heineken Brasil nós marcamos presença nos sete dias de Rock in Rio, e vivemos a música da forma mais pura e intensa possível: ao vivo. #LiveYourMusic, baby.

Nota: A autora não faz mais parte do site desde abril de 2018. Os seus conteúdos estão disponíveis por autorização da mesma.


Fade_edited.png
Fade_edited.png
Fade_edited.png