• Matheus Lima

Rock in Rio: CPM 22 e Raimundos tocam hits que marcaram uma geração


O calibre do rock nacional

Matheus Lima

28 Setembro 2019 | 19h30

Badauí, vocalista do CPM 22. (Imagem: I Hate Flash)

Em noite de rock americano no Palco Mundo, os gigantes CPM 22 e Raimundos representaram em grande estilo o nacional.

Quando anunciada a apresentação conjunta no festival, uma coisa era certa: seria em tom nostálgico. Os paulistanos do CPM 22 apostam em um punk rock e hardcore melódico. São 20 anos de CPM, vários sucessos, boa parte executados como "Dias Atrás" e "Tarde de Outono", para um público que vibrava e cantava tudo com fôlego total do início ao fim.

O Raimundos traz na sua essência um punk rock que marcou a história do estilo no Brasil. Com 30 anos de carreira e músicas que marcaram uma geração como "Mulher de Fases", que deu o pontapé inicial na noite, "Me Lambe" e "Lugar ao Sol".

Em momentos como em “O Mundo Dá Voltas” e “Eu Quero Ver o Oco”, rolava uma alternação no vocal. Eram dois rapazes se divertindo como nunca. Com a plateia em mãos, durante "Puteiro em João Pessoa", o frontman Digão pediu para que formassem a famosa roda punk. E assim foi feito.

Um coro absurdamente incrível de "Um Minuto Para o Fim do Mundo" colocou um ponto final na apresentação que, de longe, foi uma das mais marcantes e importantes do rock nacional na edição deste ano do Rock in Rio.

Heineken e On Backstage no Rock in Rio

A covite da Heineken, o On Backstage está vivendo todas as experiências do maior Rock in Rio de todos os tempos.

#RockinRio #CPM22 #Raimundos

Bastille
Fade_edited.png