• Matheus Lima

Com Muse e Bastille como destaques, Rock in Rio Lisboa começou bem


(Foto: Bastille no Rock in Rio Lisboa 2018 / Divulgação)

Foi dada a largada, neste sábado, 23, a oitava edição do Rock in Rio em Lisboa. Com portões abertos ao meio-dia, horário local, duas horas mais cedo que as edições anteriores, o público pôde aproveitar ainda mais de toda a experiência proporcionada na Cidade do Rock portuguesa, repleta de novidades.

“Pela primeira vez, uma edição do Rock in Rio Lisboa ocorre em pleno verão. Este ano, temos mais horas de festival e também novas atrações”, conta Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio. “O que é mais marcante nestes 15 anos em Portugal é a receptividade do público, a ousadia das marcas em aceitar desafios e criar movimentos disruptivos no mercado”, completa.

Situado em um vale e com o formato de uma concha acústica, o Palco Mundo trouxe para encerrar a noite a banda britânica Muse, em um concerto para 71 mil pessoas, transformando a visão do artista de cima do palco em um verdadeiro “mar de gente”. Para o vocalista Matthew Bellany, estar no Rock in Rio é sempre surpreendente. “Adoro o Rock in Rio. As apresentações tanto no Rio quanto em Lisboa, nos fazem ter a visão de um público gigantesco. E nos apresentar dessa forma é incrível”, disse.

No Palco Mundo, também passaram o trio americano Haim e os ingleses do Bastille, que após muito suor, agitou o público português.

A 8.ª edição do Rock in Rio-Lisboa segue pelos dias 24, 29 e 30 de junho. Neste domingo, apresentam-se no Palco Mundo Agir, Anitta, Demi Lovato e Bruno Mars. Já no Music Valley, tocam Lingua Franca com Sara Tavares junto com os brasileiros Emicida e Rael, e HMB, além da Somersby Pool Party e DJs.

Para conferir mais vídeos e informações sobre como está sendo o Rock in Rio Lisboa, siga-nos no Instagram (@onbsktg), e confira nossos stories e os destaques.


Bastille
Fade_edited.png