Francisco el Hombre e Monsieur promovem forte show político no Sunset
Mídia em segundo plano para fins jornalistico e editorial, sem qualquer outra finalidade.

Rock in Rio, aí vamos nós

Queen. Beyoncé. Coldplay. Guns N' Roses. Iron Maiden.
Agora, é a nossa vez de fazer história no maior festival de música e entretenimento do mundo.
 
Em setembro, viva experiência do maior e melhor
Rock in Rio de todos os tempos no On Backstage.

SCORPIONS

34 anos desde a última passagem, os veteranos do Scorpions chegam com força total. Rock You Like a Hurricane!

BON JOVI

O multi-platinado e membro do Rock & Roll Hall of Fame, Bon Jovi, chega ao país com a turnê This House Is Not For Sale.

SLAYER

Uma das principais bandas do thrash metal, Slayer, celebra 38 anos de carreira com turnê mundial de despedida.

IRON MAIDEN

Prepare-se para ver o Iron Maiden na maior produção de sua história em dois dos maiores estádios do país.
qua, 18 de set de 2019
qua, 25 de set de 2019
qua, 02 de out de 2019
dom, 06 de out de 2019
A cobertura especial do maior Rock in Rio de todos os tempos começa em 27 de set, às 14h BRT, nas redes sociais do On Backstage.

Francisco el Hombre e Monsieur promovem forte show político no Palco Sunset

03.10.2019

Um momento único, forte e necessário

 

Matheus Lima

03 Outubro 2019 | 17h00

Francisco el Hombre e Monsieur no Palco Sunset. (Imagem: I Hate Flash)

 

O Palco Sunset pegou fogo neste quarto dia de Rock in Rio com a fusão poderosa entre Brasil, Colômbia e México. Catalina García, vocalista do grupo colombiano Monsieur Periné, chegou conquistando o público com “Buenas tardes, Rio”, em bom castelhano. 

 

“Nós somos da Colômbia, uma nação irmã do Brasil, do povo brasileiro. E compartilhamos muitas histórias, nossa cultura, nossa mistura e, também, a nossa luta. E hoje aqui nós vamos unir nossas vozes para semear uma mensagem de amor, de unidade, de paz. Porque todo o mundo está louco e não existe nenhum governo mais importante que a vida. Pela nossa terra, pela nossa floresta, pelos nossos rios", disse Catalina em um dos primeiros atos políticos, em defesa ao meio ambiente. 

 

Francisco el Hombre apimentou ainda mais a apresentação com suas percussões explosivas e latinidade à flor da pele.

 

Em meio a situação caótica em que se encontra a política, a apresentação gerou fortes discursos em defesa ao meio ambiente, as mulheres e contra o presidente Jair Bolsonaro. No telão, imagens da ex-Presidente Dilma Rousseff, de Marielle Franco, Ágatha Félix, morta em setembro no Rio de Janeiro, apareceram durante a performance de “Triste, Louca”, que contou ainda com um discurso de Juliana Strassacapa, vocalista da Francisco el Hombre. O momento gerou gritos de euforia da plateia. 

 

Em certo momento, os músicos fizeram o público pular aos gritos de "Pulando, pulando, quem não pula é miliciano". 

 

O público, que vibrava a cada frase dita no palco, entoou o coro “ei Bolsonaro, vai tomar no c*”. "Eu espero que o Bolsonaro tome no c*, porque tomar no c* é uma delícia. E se ele tomar no c*, talvez menos gente vai sofrer e vai ser morta", respondeu Mateo Piracés-Ugarte. 

 

Um momento único, forte e necessário. De longe, um dos encontros mais marcantes da oitava edição do Rock in Rio.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

sobre nós    |    mapa do site    |    entre em contato

© 2019 on backstage | alguns direitos reservados.