Foo Fighters: 5 motivos para não perder a 'Concrete and Gold Tour'

Foo Fighters: 5 motivos para não perder a 'Concrete and Gold Tour'

15.01.2018

(Foto: Reprodução / Divulgação)

 

O Foo Fighters é uma das maiores e mais respeitadas bandas de rock dos últimos tempos. A estrada para o sucesso começou há 24 anos atrás, em 1994, quando o ex-Nirvana Dave Grohl e Pat Smear, resolveram formar Foo Fighters. O nome é uma referência ao termo usado por aviadores na Segunda Guerra Mundial, para descrever fenômenos aéreos misteriosos. Fenômeno mesmo é o que eles se tornaram. Uma evidência que concretiza o fato é que, quatro de seus álbuns, 'There Is Nothing Left to Lose' (1999), 'One by One' (2002), 'Echoes, Silence, Patience and Grace' (2007) e 'Wasting Light' (2011), ganharam o Grammy por "melhor álbum de rock".

 

Em 2017, a banda formada em Seattle, Washington, lançaram o nono trabalho de estúdio, o intitulado 'Concrete and Gold'. O disco trás um som pesado, cheio de guitarras e com maior profundidade sonora. Embora não seja um dos maiores e melhores trabalhos, Concrete and Gold nos trás algumas canções que merecem ser prestigiadas com orgulho. O som agressivo e a voz de Dave Grohl em "Run" e o toque de balada em "The Sky Is a Neighbourhood". No geral, é um disco com tons pesados e leves, fortemente influenciado pelo quarteto de Liverpool, Beattles.

 

Os americanos se preparam para a sétima vinda ao nosso país. A última foi há três anos atrás, com a turnê em suporte ao álbum 'Sonic Highways' (2014). A turnê 'Concrete and Gold' começa no dia 25 de fevereiro no Rio de Janeiro, no Maracanã, e passará ainda por São Paulo, onde fazem duas apresentações no Allianz Parque (27 e 28), Curitiba na Pedreira Paulo Leminski (02 de março) e encerram a passagem em Porto Alegre no Estádio Beira-Rio (04 de março). Listamos então, para entrar no clima das apresentações, cinco motivos para você não perder por nada a passagem deles por aqui. 

Foo Fighters é uma banda lendária

 

São 24 anos de Foo Fighters. Ao longo de todos esses anos, fomos contemplados com nove discos de estúdios, que nos deixaram de legado esplêndidos sucessos. "This Is a Call", "Everlong", "Learn to Fly", "All My Life", "Times Like These", "Best of You","My Hero" e "The Pretender". É uma admirável carreira, e seus membros Dave Grohl, Nate Mendel, Taylor Hawkinds, Chris Shiflett, Pat Smear e Rami Jeffee, seguem fazendo bonito mesmo após tantos anos de banda. É incrível como a banda se mantém qualificada, ainda que, se ajustar aos momentos atuais seja um fator necessário, temos um pouco de todo o sempre em suas composições.

 

Uma turnê que envolverá boa parte das eras

 

Com uma carreira fortemente consolidada, a 'Concrete and Gold Tour' nos fará relembrar de várias fases da banda. Do atual trabalho, "Run", "The Sky Is a Neighbourhood", "Sunday Rain" e "Dirty Water" são dadas como certas. Do álbum 'Wasting Light' (2011), produzido por Butch Vig e o primeiro com o guitarrista Pat Smear como um membro oficial desde 1997, "Rope", "Walk", "These Days" e "Arlandria" são bem prováveis de darem as caras pelos espetáculos. Dos primeiros momentos do Foo Fighters, do álbum 'The Colour and the Sape' (1997), "My Hero", "Everlong" e "Monkey Wrench" podem aparecer. A favorita de uma grande geração, "Times Like These" estará presente. "All My Life" também é outra, que entrará para as faixas executadas do disco 'One by One' (2002).

 

Na última apresentação realizada pela banda, no dia 31 de dezembro de 2017, rolaram alguns covers, como "Let There Be Rock" do AC/DC, "Under My Wheels" do Alice Cooper e até "Under Pressure", dos britânicos do Queen. Ou seja, além dos próprios sucessos dos rapazes, teremos alguns por aqui também. Ou pelo menos esperamos por isso. 

 

Um show para ser lembrado por mais de anos, curtido como se fosse o último momento de sua vida e cantar com todo o fôlego. Muita música boa irá rolar. 

 

Uma carreira de ouro

 

São 24 anos de Foo Fighters. Ao longo de todos esses anos, fomos contemplados com nove discos de estúdios, que nos deixaram de legado esplêndidos sucessos. "This Is a Call", "Everlong", "Learn to Fly", "All My Life", "Times Like These", "Best of You","My Hero" e "The Pretender". É uma admirável carreira, que resultou em milhares de fãs por todo o planeta e vários prêmios. Se tudo acabasse agora, Foo Fighters deixaria um enorme legado. E para a nossa sorte, tudo é compartilhado conosco. Afinal, essa será a sétima vinda deles por aqui.

 

Vai rolar Queens Of the Stone Age

 

De quebra, aquecendo os palcos, teremos a presença dos Queens of the Stone Age, banda estadunidense de rock formada em Pal Desert, Califórnia, em 1996. Eles também já possuem o passaporte carimbado por aqui. Começou no dia 19 de janeiro de 2011, na terceira edição do Rock in Rio. A última vinda deles por aqui foi em 2015, na edição dos 30 anos do Rock in Rio. Sucessos como "No One Knows", "I Sat By The Ocean" e "The Wat You Used To Do", poderão ser apreciados pelo púbico brasileiro. Uma dobradinha imperdível.

 

Uma noite com duas bandas sensacionais

 

Uma oportunidade única para curtir duas bandas que fazem um trabalho impecável. Se você gosta de um bom rock, e de qualidade, não poderá ficar de fora deste espetáculo. Foo Fighters e Queens of the Stone Age são dois monstros da música. A oportunidade está aí, bem na sua porta.  

Hora de aquecer o gogó!

PLAYLIST @ FOO FIGHTERS AND QUEENS OF THE STONE AGE

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

LIVE THIS

EXPERIENCE

Visando intensificar a sua experiência, estamos preparando um novo On Backstage. Enquanto a gente não volta, fique de olho em nossas redes sociais.

sobre nós    |    mapa do site    |    entre em contato

© 2020 on backstage alguns direitos reservados.