Com hard rock romântico e clássicos, o Rock in Rio foi de Bon Jovi

Com hard rock romântico e clássicos, o Rock in Rio foi de Bon Jovi

30.09.2019

Clássicos dos anos 80 e 90 fizeram parte do setlist, que contou com "Always"

 

Matheus Lima

30 Setembro 2019 | 5h15

Bon Jovi no Palco Mundo. (Imagem: I Hate Flash)

 

A Cidade do Rock foi tomada pelo hard rock romântico de Bon Jovi na noite deste domingo (29), terceiro dia de Rock in Rio. Liderada pelo carismático Jon Bon Jovi, a banda subiu ao Palco Mundo do festival pela segunda vez consecutiva trazendo poucas novidades, mas rendendo boas memórias. 

 

A voz de Jon já não é mais a mesma, mas nada que esfriasse a apresentação. A banda e o público estavam conectados em perfeita sincronia. O setlist circulou por todas as décadas de carreira dos americanos, principalmente dos anos 80, com "You Give Love a Bad" e "Bad Medice". Dos 90, "Have a Nice Day". "This House is Not For Sale", do décimo terceiro e atual trabalho, foi a responsável pelo pontapé inicial, que ainda contou com "Born to Be My Baby", "Lost Highway" e "You Give Love a Bad Name". 

 

Em "Bed of Roses", do disco "Keep the Faith", uma fã subiu ao palco para dançar com Jon, repetindo o feito da edição anterior. Logo depois, uma outra pessoa foi convidada. Dessa vez, rolou uma troca de carinhos com o vocalista e até um selinho. 

Bon Jovi no Palco Mundo. (Imagem: I Hate Flash)

 

No calor do momento, foi a vez do smash hit "It's My Life" fazer jus  ao título do Bon Jovi de ser uma das maiores e mais aclamadas bandas de rock em toda a história. 


Em “Lay Your Hands On Me”, Jon Bon Jovi foi sentir de perto o calor do público. “Wanted Dead Or Alive” e “Bad Medicine” foram performadas e o público começou a se dispersar pelo gramado após um intervalo considerável.

 

A espera valeu a pena. "Always", que não aparecia no setslit previamente divulgado e era uma das mais pedidas da plateia, foi cantada ao vivo. Ainda que, a performance não tenha sido uma das melhores, valeu pelo momento do público que celebrava cada segundo por lá.

 

Encerrando os trabalhos no Palco Mundo, "Livin' On A Prayer", uma das músicas mais nostálgicas e marcantes de uma geração, levou o público ao êxtase total. Todos cantavam em uníssono.

 

Ainda que Jon Bon Jovi já não esteja com a mesma qualidade vocal de quando dominou os anos 80 e 90, a banda continua sendo uma das mais importantes do rock 'n' roll com uma bagagem repleta de fenômenos, histórias e um público cada vez mais fiel.

 

Fim do primeiro final de semana de Rock in Rio.

 

Heineken e On Backstage no Rock in Rio

 

A covite da Heineken, o On Backstage está vivendo todas as experiências do maior Rock in Rio de todos os tempos. 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

LIVE THIS

EXPERIENCE

Visando intensificar a sua experiência, estamos preparando um novo On Backstage. Enquanto a gente não volta, fique de olho em nossas redes sociais.

sobre nós    |    mapa do site    |    entre em contato

© 2020 on backstage alguns direitos reservados.