Arcade Fire entrega show poderoso e vibrante no Rio de Janeiro
Mídia em segundo plano para fins jornalistico e editorial, sem qualquer outra finalidade.

Rock in Rio, aí vamos nós

Queen. Beyoncé. Coldplay. Guns N' Roses. Iron Maiden.
Agora, é a nossa vez de fazer história no maior festival de música e entretenimento do mundo.
 
Em setembro, viva experiência do maior e melhor
Rock in Rio de todos os tempos no On Backstage.

SCORPIONS

34 anos desde a última passagem, os veteranos do Scorpions chegam com força total. Rock You Like a Hurricane!

BON JOVI

O multi-platinado e membro do Rock & Roll Hall of Fame, Bon Jovi, chega ao país com a turnê This House Is Not For Sale.

SLAYER

Uma das principais bandas do thrash metal, Slayer, celebra 38 anos de carreira com turnê mundial de despedida.

IRON MAIDEN

Prepare-se para ver o Iron Maiden na maior produção de sua história em dois dos maiores estádios do país.
qua, 18 de set de 2019
qua, 25 de set de 2019
qua, 02 de out de 2019
dom, 06 de out de 2019
A cobertura especial do maior Rock in Rio de todos os tempos começa em 27 de set, às 14h BRT, nas redes sociais do On Backstage.

Com direito à Win Butler na plateia, Arcade Fire faz show poderoso no Rio

08.12.2017

"O Destino é geralmente concebido como uma sucessão inevitável de acontecimentos relacionada a uma possível ordem cósmica. Portanto, segundo essa concepção, o destino conduz a vida de acordo com uma ordem natural, da qual nada que existe pode escapar." - Foi assim com a apresentação da banda formada em Montreal, no Canadá, Arcade Fire, na noite desta sexta-feira (08), no Rio de Janeiro. Eles chegaram ao país com a turnê em suporte ao quinto álbum de estúdio, 'Everything Now'. A experiência da turnê 'Infinite Content' pôde ser prestigiada na Fundição Progresso, novo local que havia sido definido após a mudança. Inicialmente, tudo aconteceria na Jeunesse Arena, mas o novo espaço mais intimista proporcionou aos presente uma noite completamente insana, arrebatadora e de longe, uma das melhores dos muitos que tomavam conta da Fundição.

 

O Arcade Fire provou ser uma banda enorme em tamanho e qualidade. Usando de uma presença de palco arrebatadora, com direito à Win Butler passando pelo meio do público três vezes, o show dos canadenses foi tão impressionante que simples adjetivos não sustentam este evento. Os fãs foram agraciados com sucessos de todos os cinco álbuns da banda, um setlist provocativo que tocou não só o público, como também Régine Chassagne, que estava visivelmente emocionada em cima do palco. 
 

É impressionante a versatilidade das canções do Arcade Fire, que conseguem facilmente misturar estilos como pop e o rock alternativo com facilidade, fazendo assim um som acessível a qualquer público. Mas versatilidade não é uma característica que se restringe apenas às musicas já que, durante o show, todos os integrantes impressionam ao trocar constantemente de instrumentos. Por exemplo, Régine, além de encantar a todos com sua maravilhosa voz, também tocou bateria, teclado e um xilofone feito com garrafas de vidro.

(Foto: Mirella / On Backstage)

 

Além disso, à atmosfera local transbordava alegria. Era arrepiante ouvir o público cantar em coro todas as partes de todas as músicas: desde os riffs até as letras. Tudo isso acompanhado de uma iluminação impecável e de dois telões enormes acima da banda, que passavam imagens relacionadas a cada música, com direito à transmissão ao vivo da banda no palco, nos dando certeza de que estávamos assistindo um maravilhoso espetáculo. Outro fator contribuinte para toda a apresentação explosiva, foi a estrutura proporcionada pela Fundição Progresso, fazendo com que cada pessoa presente se sentisse parte da banda. E isso se confirmou quando Win desceu do palco para cantar a faixa 'We Don't Deserve Love', do último álbum lançado, 'Everything Now', junto com o público.

 

Uma viagem aos clássicos e uma parada nos atuais, foram ao todo vinte e quatro canções apresentadas. Do consagrado 'Reflektor' vieram faixas como 'Here Comes the Night Time', 'It's Never Over (Oh Orpheus)'. De 'Neon Bible'(2007) foram três, incluindo a vibrante 'Ready to Start'. A noite ainda contou com a estreia da música 'Peter Pan' - também do novo álbum - em um show ao vivo, e com o vocalista Win declarando em um português arranhado que um dólar de cada ingresso será doado para uma instituição de caridade, o que tornou a noite ainda mais especial. Durante 'Suburbs', rolaram cenas projetadas no telão do curta dirigido pelo Spike Jonze, e em 'Afterlife', teve até Butler correndo pelo espaço.

 

Ao terminar de tocar um dos maiores sucessos da banda - 'Wake Up' do disco 'Funeral' (2004) - com direito à um coro lindo do público, Arcade Fire deixou o palco encerrando assim um concerto que estará para sempre na memória de todos ali presentes. Uma experiência maravilhosa que deixou um misto de sentimentos em nossos corações: felicidade por ter vivenciado aquilo, tristeza por já ter passado, mas, principalmente, saudade. O destino conduziu o show dos canadenses para Fundição Progresso da forma mais insana e pura. Um show intimista, poderoso e memorável. Essa mudança foi a melhor coisa que poderia ter acontecido. Valeu, destino. Obrigado, Arcade Fire.

Setlist @ Arcade Fire no Rio de Janeiro, 08 de dezembro

 

Everything Now
Rebellion (Lies)
Here Comes the Night Time
Haïti
Peter Pan
No Cars Go
Eletric Blue
Put Your Money on Me
Neon Bible
My Bod Is a Cage
Neighbourhood #1 (Tunnels)
The Suburbs
The Suburbs (Continued)
Ready to Star
Sprawl II (Mountains Beyond Mountains)
It's Never Over (Oh Orpheus)
Reflektor
Afterlife
We Exist
Creature Comfort
Neighborhood #3 (Power Out)
We Don't Deserve Love
Everything Now (Continued)
Wake Up

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

sobre nós    |    mapa do site    |    entre em contato

© 2019 on backstage | alguns direitos reservados.