Criolo no Rio: O samba do maior rapper do Brasil lota a Lapa

Criolo no Rio: O samba do maior rapper do Brasil lota a Lapa

05.06.2017

 (Foto: Letycia Miranda)

 

Criolo é o rapper mais sensível e famoso do Brasil. Participante ativo na luta contra as desigualdades sociais, contra a intolerância e o preconceito, representa a resistência contra todo e qualquer tipo de maldade. O músico, educador, poeta, nasceu e cresceu cercado dos mais variados estilos musicais. No bairro do Grajaú, em São Paulo, adquiriu o gosto e amor pela música com seus pais. Após o lançamento do álbum "Nó Na Orelha", o rapper foi garimpando seu espaço na história da música brasileira. A música "Não Existe Amor em SP" é uma das mais conhecidas desse disco e foi responsável, em grande parte, por seu grande sucesso. Com uma letra bastante sensível e ótica diferenciada, Criolo atraiu as atenções ao falar de problemas sociais de forma intensa e poética.

 

O rapaz se expressa através do rap desde o final dos anos 80, mas em 2017 chegou a vez do samba. Inspirado por grandes sambistas brasileiros como Martinho da Vila, o show realizado no Circo Voador no último sábado (03/06) reiterou a grandiosidade do músico mesmo ao se aventurar em outra empreita. O público, que cada vez se torna maior, assimilou rapidamente a conversão do rap pro samba.

 

No Rio de Janeiro, o rapper é responsável por dialogar com milhares de pessoas através de suas composições. Fato que, pôde ser contemplado através da velocidade em que os ingressos para as duas apresentações foram vendidos e esgotados. Antes de adentrarmos na semana dos shows, os ingressos já estavam esgotados e uma data extra anunciada pelo Circo Voador: 09/06!

 

"Nas Águas" foi a primeira música apresentada na casa que estava abarrotada de admiradores, amigos e fãs que já estavam embalados pelo clima de gafieira proporcionado no intervalo da apresentação de Discopédia e de Criolo. Com muitas saudações e aplausos o músico entrou no palco já tomado pela energia da galera que ansiava por esse novo formato de show. Ao invés das picapes de Ganjaman e DanDan, instrumentos de sopro, cordas e percussão foram responsáveis por alimentar a noite de samba ao lado do grande músico.

 Foto: Letycia Miranda 

 

Como se já fossem composições antigas, o público cantava todas as músicas do começo ao fim. Extasiados na gafieira, o que se via eram sorrisos e muito samba no pé. Estávamos diante de um cara que conquistou nossos ouvidos e nosso carinho pela sua sagacidade nas rimas, no entanto, a capacidade do músico de se reinventar, sempre fazendo um trabalho sincero, "Espiral De Ilusão" já arrematou o gosto até daqueles que nunca imaginariam passar uma noite ouvindo samba.

 

Entre uma música e outra, brados de "Fora Temer!" foram entoados, bem como, em toda sua plenitude, Criolo proferia mensagens de amor e exaltando o lado positivo das pessoas. Se tornando um sinônimo de boas energias, a apresentação foi como um banho na alma. Pôde se falar sobre amor, dor e indignação. Indignados com o cenário da nossa política, "Menino Mimado" e "Cria Da Favela" foram apresentadas como um brado contra as injustiças que recusamo-nos a aceitar.

 Foto: Letycia Miranda

 

Em 1 hora e 30 minutos de show, o músico cantou todo o recém-lançado, bem como passeou entre outras composições suas que já dialogavam com o samba nos outros álbuns. "Linha de Frente" e "Fermento pra Massa" foram abraçadas pelo público que constatou que o samba desde sempre atravessou suas composições.

 

Com um samba de primeira qualidade, Criolo deixou claro que também estava se adaptando ao novo modelo de palco e o público, unissonante, abraçou a inovação musical oferecida. A apresentação brilhante causa uma comoção universal das pessoas que fulgiram a noite sambando e cantando. Longe de qualquer dúvida, em uma apresentação de rap ou de samba, Criolo é responsável por transferir arrepios de alegria e lavar a alma com melodias e letras que não pecam em sua clareza, beleza e contundência. 

 

 

Setslit:

 

1. Nas Águas
2. Lá Vem Você
3. Boca Fofa
4. Língua Felina
5. Dilúvio de Solidão
6. Menino Mimado
7. Calçada
8. Hora da Decisão
9. Espiral de Ilusão
10. Filha do Maneco
11. Juízo Final
12. Casa da Mãe
13. Cria de Favela
14. 4 da Manhã
15. Linha de Frente
16. Fermento pra Massa
17. Nas Águas (BIS)

 

Nota: A autora não faz mais parte do site desde abril de 2018. Os seus conteúdos estão disponíveis por autorização da mesma.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

LIVE THIS

EXPERIENCE

Visando intensificar a sua experiência, estamos preparando um novo On Backstage. Enquanto a gente não volta, fique de olho em nossas redes sociais.

sobre nós    |    mapa do site    |    entre em contato

© 2020 on backstage alguns direitos reservados.